7 coisas que aprendi – por L. P. Faustini

Em uma iniciativa conjunta* entre os blogs Escriba Encapuzado e Vida de Escritor, T.K. Pereira e Alexandre Lobão convidam escritores para compartilharem suas experiências com os colegas de profissão, destacando sete coisas que aprenderam até hoje.  Não interessa se você é iniciante ou veterano, se escreve poesias, contos, romances ou biografias, envie sua contribuição para esta série de artigos!

Neste post, a contribuição do jovem escritor publicado Luiz Paulo Faustini, autor de Maretenebrae – A Queda de Sieghard.

  1. Mesmo que seu texto esteja ótimo para você, sempre terá alguém que não irá gostar.

  2. Relaxe; as melhores ideias podem vir de momentos e lugares inesperados.

  3. Você não sabe tudo sobre tudo; para isso existe o Google.

  4. Leia, leia de novo e releia. Quando terminar, leia de novo! Sempre há o que melhorar.

  5. Simplesmente escrever não basta. Trace uma história do início ao fim. Escrever ao léu vai deixar sua obra à deriva.

  6. Se sua história está cansativa pra você para o seu leitor estará mais ainda.

  7. Tenha leitores-teste. É mais fácil aperfeiçoar seu texto ao longo da produção do que depois da obra pronta.

Sobre o autor

L.P.Faustini é engenheiro mecânico pós-graduado, autor da fantasia épica Maretenebrae – A Queda de Sieghard, que escreveu em parceria com R. M. Pavani. Também é o autor do blog Nos Bastidores do Cristianismo como resultado de seus estudos sobre cristianismo primitivo.

O primeiro volume de sua obra chegará à sua segunda edição em dezembro de 2013 através da editora Página42.

Processo Criativo: no Universo Insônia

Facebook: Perfil

Twitter: @LPFaustini

Maretenebrae – Blog: http://maretenebrae.blogspot.com/

Maretenebrae – FanPage: http://www.facebook.com/maretenebrae

Maretenebrae – Twitter: http://www.twitter.com/maretenebrae

Nos Bastidores do Cristianismo: Blog

Veja a opinião de outros autores aqui e no Vida de Escritor!

* Projeto inspirado pela coluna “7 Things I’ve Learned So Far”, da revista Writer’s Digest.

Continue a escrever aqui.

Os comentários estão desativados.